Chamadas – Alice

Estou aqui novamente, dessa vez para postar chamadas que fizemos. O professor Serginho nos propôs uma atividade para a criação de uma chamada de 1 minuto e, através dela, fazer outras duas, uma de 45 segundos e outra de 30 segundos. Fernanda Capela, Lislie Nascimento e eu optamos por fazer uma chamada do filme “Alice”. Confiram o resultado:

Chamada Alice – 1 minuto

Chamada Alice – 45 segundos

Chamada – Alice 30 segundos

Programa de Rádio – Turismo

Demorei, mas agora começarei a postar os áudios produzidos na faculdade, no segundo semestre. O primeiro programa foi sobre turismo. O professor Marquinhos nos propôs gravar e editar um programa de rádio relacionado a turismo com duração de no minímo 5 minutos. Junto com a minha colega Lislie Nascimento, gravamos um especial sobre a cidade dela, São Lourenço, Minas Gerais. Escutem e espero que gostem (detesto minha voz, é horrível, mas tentem ouvir até o final ok? rs).

Programa de Rádio – Turismo

Untitled – Simple Plan

Além da crítica ao consumo excessivo de alcóol, o Simple Plan apresenta um vídeo com efeitos muito interessantes. A música “Untitled” apresenta um vídeo clipe com a história de um acidente de carros, onde um dos motoristas perde o controle do volante por estar embriagado. O clipe tem imagens muito bem feitas, especialmente a partir dos 2’25”, onde o uso da câmera lenta vem acompanhado de efeitos que causam emoção ao telespectador. Objetos e pessoas parecem ser impulsionados para trás, como numa  grande explosão, o que é feito através de cordas que os puxam e dão essa impressão. Assistam e confiram como o efeito deu certo.

Stereo Hearts – Gym Class Hereos ft. Adam Levine

Mais um vídeo que me chamou a atenção. Dessa vez pelo uso das sombras.  Gym Class Hereos, que fez sucesso com Cupid’s Chokehold, vem com esse hit falando de amor  e traz a voz marcante do maravilhoso Adam Levine (Maroon 5) como parceria. Assistam “Stereo Hearts” e reparem nas sombras, elas ganham vida e tornam-se protagonistas do video clipe. Muito bom.

Abertura Malhação Conectados

A nova temporada da Malhação vem apostando no avanço tecnológico. Na trama, os adolescentes estão o tempo todo “conectados”, seja por e-mail, sms, blog, redes sociais… E a abertura não poderia ser diferente. 

A arte da abertura está em sintonia total com a canção do Marcelo D2. As batidas que movimentam as imagens, o entrelaçar das mesmas, as fotos das personagens que se ligam, conectam-se… Muito bem bolada. Assistam:

The Lazy Song – Bruno Mars

Hoje esse post é para descontrair… O talentoso Bruno Mars com a canção que faz parte muitas vezes do nosso cotidiano (risos), The Lazy Song. Infelizmente o cantor concorreu a várias categorias no VMA deste ano, mas não levou nenhum astronauta, o que achei uma injustiça. Assistam ao clipe e vejam se ele não merecia o prêmio de melhor coreografia… Haha. Observem que o clipe é feito praticamente todo em plano sequência, muito complicado fazer isso com essa perfeição toda. Com vocês, o maravilhoso Bruno Mars:

Making Of – O Que Se Leva Da Vida

Bom, decidi adicionar esse post porque quando assisti esse vídeo tive um encantamento muito grande. Não pelo vídeo em si, mas pela produção, pela correria… Deve ser espetacular produzir um vídeo clipe. A união da música com a imagem, a edição que dá emoção, o ritmo… Fico me imaginando na situação e, francamente, deve ser uma experiência fantástica.

No terceiro semestre da faculdade nós fizemos um vídeo clipe da música Ana e o Mar (O Teatro Mágico), mas foi nossa primeira experiência, com pouco equipamento e sem grandes produções. Porém foi muito prazeroso produzir nosso vídeo e, assistindo a esse making of, as dúvidas sobre minha cabeça diminuiram… É, acho que já decidi o que quero fazer, produzir vídeo clipe. Uma forma perfeita de unir minha paixão pela música com minha formação =)

Acompanhem o Making of de “O Que Se Leva Da Vida” de Túlio Dek, com participação de Paulo Miklos.

 

Crystalline – Björk

É, a animação está mesmo em alta… Agora é a vez de Michel Gondry explorar as animações no videoclip Crystalline da Björk. Assistam o resultado do maravilhoso trabalho do diretor Michel combinando com o talento de Björk.

 

R.U.A. – Ritual Urbano de Arte

Eis ele… Nosso “TCC”. Esse projeto deu muita dor de cabeça, mas saiu. Vocês podem conferir abaixo o resultado de muita correria, muito estresse, muita discussão, muito nervoso e muita dor de cabeça. Mas valeu a pena. No mercado de trabalho nada é fácil também, foi uma preparação eu diria. Abordamos o tema arte na rua, é lógico que existem diversas artes pelas ruas, mas como o tempo era pouco, focamos em alguns artistas. Eles participaram com muita boa vontade, nos mostraram seu trabalho com bastante detalhes e foram super simpáticos. Conseguimos captar muitooooooo material. Pena que tivemos que compactar tudo em 13 minutos. Tivemos problemas com equipamentos, mas fizemos o possível. Confiram o resultado final. Espero que gostem =)

 

O Que Se Perdem Enquanto Os Olhos Piscam – O Teatro Mágico

Bom, anteriormente publiquei uma pequena animação que fizemos em Stop Motion na faculdade. Essa técnica de animação consiste  em uma sequência de imagens diferentes de um mesmo objeto. A diferença entre uma imagem e outra é miníma, isso para que na edição tenha uma sensação de movimento sem mudanças bruscas na imagem. A disposição de 12 quadros (as imagens) por segundo ganha movimento graças a persistência retiniana. Pois bem, um grupo musical que admiro muito e que ganhou uma singela homenagem nossa (Feh, Kah e Lis) com o vídeo clipe de Ana e o Mar, acaba de lançar um clipe todo em stop motion.  Agora pensem comigo… Se para transmitir a sensação de movimento eu preciso de 12 fotos para cada segundo, quantas fotos os produtores desse clipe não tiveram que tirar? E um filme de animação? É foto que não acaba mais. É meus amigos, não é fácil… Enfim, vamos agora conferir o resultado maravilhoso do vídeo clipe de “O Que Se Perdem Enquanto Os Olhos Piscam” do grupo O Teatro Mágico.

« Older entries